sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Lambe botas

O mundo, não tenhamos dúvidas disso, é, lamentavelmente, dos oportunistas e, consequentemente, dos "paraquedistas".
Li hoje, por mero acaso, na imprensa regional, a confissão dum oportunista, lambe botas e de rabo entre as pernas que, arrependido de posição assumida (com alguma traição à mistura), fez um gesto de genuflexão ante o seu patrão (rima e é verdade).
Veio de fora como tantos outros, e, a determinada altura, aproveitou a ocasião, aquela que, diz o ditado, faz o ladrão.
É tempo de Natal e, por isso mesmo, respeitando a quadra, não digo mais... por agora.

Sem comentários: