terça-feira, 13 de outubro de 2015

Literatura


Atribuído Prémio LEYA
a António Tavares
 
O Prémio LEYA, no valor pecuniário de 100 mil euros, instituído pela editora do mesmo nome, foi atribuído ao escritor António Tavares, angolano, de 55 anos, residente na Figueira da Foz onde é vice-presidente e vereador do pelouro da cultura da Câmara Municipal deste concelho.
A obra premiada (um romance), intitula-se O CORO DOS DEFUNTOS.
Em 2012, este galardão havua sido conquistado pelo figueirense Nuno Camarneiro, pelo seu romance DEBAIXO DE ALGUM CÉU.

Sem comentários: