terça-feira, 30 de setembro de 2008

Efemérides

30 de Setembro de 1986
.
A draga "Etermar", a operar no canal da barra do porto da Figueira da Foz, traz à superfície três canhões de ferro fundido com 1m40 de comprimento cada, ainda bem conservados.
Presume-se que tenham sido perdidos por algum navio da esquadra inglesa que ali desembarcou em Agosto de 1808, composta por 15 mil soldados que vieram ajudar as tropas portuguesas na luta contra as invasões francesas.

Para a história da Figueira da Foz CXXXVIII

Uma imagem do cais da Figueira da Foz, em pleno século XIX. Repare-se no pormenor das pipas.

O pensamento do dia

A preocupação é como a cadeira de balanço: mantém-nos ocupados, porém não nos leva a lugar algum.
.
Hedy Silvado

Efemérides

29 de Setembro de 1905
.
Um pavoroso incêndio destrói totalmente o Teatro Chalet, onde estava instalado o animatógrafo Peninsular, na Figueira da Foz.
As poucas pessoas que assistiram, ao verem o início do fogo, provocado pelo incêndio das fitas cinematográficas de celuloide, pediram socorro e em breve compareceram as duas corporações de bombeiros locais, mas na altura já as chamas tinham tomado proporções descontroladas.
Do Hotel Praia, situado nas traseiras, foi retirado, por precaução, quase todo o mobiliário.
O fogo foi atacado pelas Ruas da Boa Recordação, Bernardo Lopes, traseiras do Café-Casino Oceano e Dr. F. A. Diniz.
.
29 de Setembro de 1917

.
Realiza-se na Sociedade Filarmónica Figueirense uma homenagem ao maestro David de Sousa, sendo descerrada a fotografia daquele ilustre figueirense.
Aos oradores que lhe enalteceram as qualidades de artista e de figueirense, Manuel Gaspar, Manuel Gomes Cruz, Aurélio de Vasconcelos, António Lino Franco e Fortunato Augusto da Silva, agradeceu o homenageado, visivelmente comovido.
Em nome da Filarmónica Figueirense, Pedro Fernandes Tomaz entregou a David de Sousa uma batuta de ébano com aplicações em prata obedecendo a desenho de António Piedade.
.
29 de Setembro de 1926
.
A Câmara Municipal da Figueira da Foz delibera adjudicar o fornecimento de cantaria destinada à construção do Monumento aos Mortos da Grande Guerra, a António da Silva Pascoal, pela importância de 4.050$00 (pouco mais de 20 euros em moeda actual...)

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXVII

Foto do século XIX. A doca, parte do cais e, em segundo plano, o Teatro Príncipe D. Carlos, que foi sede do Ginásio Clube Figueirense
Esta elegante sala de espectáculos foi inaugurada em 1871 e destruída por um incêndio na madrugada de 25 de Fevereiro de 1914, após uma festa de Carnaval.

O pensamento do dia

A consciência é muito bem educada. Deixa logo de falar com aqueles que não querem escutar o que ela tem a dizer.
.
Samuel Butler

domingo, 28 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXVI

Há muitos, muitos anos, a doca da Figueira da Foz, onde então decorriam obras de remodelação.

Porque hoje é domingo

Quando o nosso pedido está errado, Deus diz ‘não’.
Quando o tempo apropriado não chegou, Deus diz ‘ainda não’.
Quando temos algo errado em nós, Deus espera até que endireitemos a nossa vida.
Mas quando o nosso pedido está certo, o tempo está certo e nada está errado na nossa vida, Deus responde a nossa oração.

sábado, 27 de setembro de 2008

Efemérides

27 de Setembro de 1946


Morre o jornalista e escritor figueirense, Raimundo Esteves Pereira Júnior (Raym.), autor de "Maria Abérola", "A mulher que não gostava de homens", "Aquela dos olhos em brasa", "João Fané Banquista", "A volta do brasileiro", "As viúvas de Rentão" e outras novelas. Colaborou assiduamente no jornal "O Figueirense" e foi co-autor, com Maurício Pinto, da obra "Aspectos da Figueira da Foz", publicada um ano antes da sua morte.
.
"O peito, as espáduas, os braços, as pernas de cada mulher são do domínio público. É um livro semi-aberto, farto de montra, a que apenas falta conhecer o enredo. Depois vocês voltaram decididas no domínio mundano do homem. Traçam a perna mostrando a cem, o que só um devia ver. Fumam como chaminés. Discutem com uma pasmosa sem-cerimónia, seja diante de quem for, - casos crus de libertinagem, anedotas picantes, que escaldam as bocas como comidas salgadas. A linguagem que muitas usam com alarde, é rasteira como a dos fadistas. Quiseram ser semelhantes aos homens."
.
Da obra "A Mulher que não gostava de homens", "Edições "Figueirense", 1936.

O pensamento do dia

Podemos converter alguém pelo que somos, nunca pelo que dizemos.
.
H. Rohden

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXV

Esta é a Rua Bernardo Lopes, na Figueira da Foz, no século XIX.Reparem bem nas voltas que esta terra deu!

O pensamento do dia

A ideia que não procura converter-se em palavra é uma má ideia, e a palavra que não procura converter-se em acção é uma má palavra.
.
Chesterton

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXIII

O carro americano, percursor dos carros eléctricos que nunca chegaram à Figueira da Foz. Curiosamente encontra-se na Serra da Boa Viagem um exemplar destes últimos.
Na imagem, o "americano", puxado a mulas, passando em frente à Praia.

Uma imagem que traz boas recordações. O Teatro Parque-Cine, lamentavelmente demolido para dar lugar a um edifício inestético, e, em primeiro plano, o Centro de Diversões, com os carros eléctricos e carrocel para a miudagem. Uma esplanada, com bar. Se não se recordam, este complexo situava-se na Rua Cândido dos Reis.
.
(Fotos recebidas por e-mail)


O pensamento do dia

Não é por termos liberdade que podemos mudar tudo à nossa volta, mas dispomos da faculdade de dar sentido a tudo (o que é muito melhor), mesmo àquilo que não o tem! Nem sempre somos senhores do desenvolvimento da nossa vida, mas somos sempre senhores do sentido que lhe conferimos.
.
Jacques Philippe

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Jornalismo

Esta local serve apenas para fazer algumas comparações:
.
Em "A VOZ DA JUSTIÇA", no seu n.º 7, de 22 de Junho de 1902 (vão passados 106 anos!), lia-se a seguinte notícia:
.
"Tem-nos chegado aos ouvidos um certo rumor contra as multas.
As multas são sempre irritantes. Mas são também necessárias para obrigar todos ao exacto cumprimento das posturas.
Todavia é necessário que a câmara municipal [da Figueira da Foz] e a administração do concelho procurem evitar que sejam cometidos abusos.
Ainda há bem pouco tempo nos contaram que fora multada uma pobre mulher porque, ao acabar de beber um copo d'água num estabelecimento, deitara algumas gotas para a rua."
.
Digo eu: Se fosse hoje então não havia mãos a medir... E não eram gotas de água não...

O pensamento do dia

O amor construído sobre a beleza morre com a beleza.
.

John Donne

terça-feira, 23 de setembro de 2008

O pensamento do dia

Guarda-te uma vez dos inimigos e mil vezes dos amigos, porque um amigo poderá vir a ser teu inimigo e prejudicar-te com facilidade.
.
Petrus Alphonsi

Opinião

Dia europeu sem carros (!!!)

Pois claro que esta imagem não pertence a nenhuma artéria citadina da Figueira da Foz nem do resto do país. Trata-se de uma foto que retrata a forma como os brasileiros (alguns) aproveitaram o Dia Europeu sem carros (neste caso é na América do Sul) para darem uma volta na Avenida Paulista, a avenida mais emblemática de São Paulo. Doutra forma não poderiam andar ali de bicicleta tão à vontade.
É muito provável que boas intenções tenham presidido à ideia de criar esta data simbólica, o 22 de Setembro, como Dia sem carros, mas a verdade é que de boas intenções está o Inferno cheio.
Ora digam-me lá como se passou este dia na Figueira da Foz e nas restantes localidades do país.
Na minha opinião, em Portugal tal não passou de uma simples manifestação folclórica, sem resultados práticos absolutamente nenhuns.
Estou a lembrar-me, por exemplo, de parte da avenida marginal oceânica, na freguesia de Buarcos: os automóveis não podiam ali circular mas podiam fazê-lo, como aconteceu, pela parte interior das muralhas, numa via paralela.
Não foi conseguido mais do que quando algumas das principais artérias citadinas são encerradas para a passagem de provas de ciclismo, festivais e outros, em que o trânsito é, necessariamente desviado.
Penso que nem como simbolismo estas medidas resultam. Julgo que haveria outras formas de contribuir para a preservação do ambiente. É que, quer queiramos quer não, sem medidas drásticas e apenas com folclore para português ( e não só) ver, não vamos a lado nenhum.
É que, podem crer, nem para estatísticas isto serviu!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

O pensamento do dia

O homem superior vive em paz com todos, sem agir como todos. O inferior age exactamente como todos e não consegue convencer ninguém.
.
Confúcio

domingo, 21 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXIV


Numa das minhas visitas periódicas a alfarrabistas, encontrei o primeiro número (11 de Maio de 1902) dum jornal que fez furor na Figueira da Foz e não só: A Voz da Justiça, de que era proprietário Gustaf Adolf Bergstrom e editor Gentil da Silva Ribeiro.
O jornal tinha a sua redacção, administração e tipografia, no Passeio Infante D. Henrique, na Figueira.
Da sua nota de apresentação, destaco: "É costume bem natural e lógico, ao começar a publicação de um periódico, indicar o seu programa.
O nosso é muito modesto, porque os nossos recursos são modestíssimos.
"A Voz da Justiça" vem para a vida e, portanto, há-de lutar. A vida é luta. Mas há-de lutar pacificamente. Não vem para a liça de clava em punho, não vem em som de guerra: a sua missão é de paz."
.
Este jornal acabaria, afinal, por derimir uma luta intensa, acabando por ser encerrado pelos ditames do Estado Novo.
Um jornal que ficou para a história da Figueira da Foz.

Porque hoje é domingo

"Deus é cheio de compreensão, compaixão, bondade, e por isso não é difícil servi-Lo. Ele é amor, e embora seja justo, para aqueles que confiam n'Ele a Sua misericórdia sempre triunfará sobre a sua justiça. Ele faz provisão sempre que pequemos, e está sempre pronto para abençoar cada coisa simples que façamos para lhe agradar. Ele não toma em conta as nossas imperfeições quando Ele sabe que queremos fazer a Sua vontade."

sábado, 20 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXIII


Publicidade noutros tempos.
Reproduzo aqui um anúncio que ocupou uma página no jornal figueirense "A PRAIA", no seu n.º 6, de 20 de Agosto de 1923, portanto há 85 anos!
Trata-se da publicidade a uma casa de fotografia de prestígio que existiu na Figueira da Foz, em pleno Bairro Novo.
.
(Clicar para ampliar)

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

O pensamento do dia

As horas mais tristes da vida são aquelas em que duvidamos de nós próprios.
.
Henry Beecher

Figueira da Foz

COMPLEXO FUNERÁRIO
.
A Figueira da Foz, esta cidade à beira-mar plantada, não possui um complexo desportivo, mas orgulha-se de ter um espaço a que, pomposamente, os responsáveis da edilidade, chamam, como se pode ver nas placas informativas, COMPLEXO FUNERÁRIO!!!
Não há dúvida, a Figueira é uma cidade vaidosa. Já não lhe bastava comportar cemitérios. O título era muito piroso.
"Complexo Funerário" tem mais pujança...
A Figueira, até na morte prima pela vaidade.
Portanto, quando alguém morrer, já não vai para o cemitério mas para um complexo funerário. É mais chique...
Viva o progresso!!!

O pensamento do dia

As amizades renovadas exigem mais cuidados do que aquelas que nunca foram interrompidas.
.
François La Rochefoucauld

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O pensamento do dia

Deves temer a imprecação do oprimido, porque entre ele e Deus não se interpõe nenhum véu.
.
Corão

Assim vai este país!!!

GASOLINA
.
O preço do crude aumentou, de imediato o preço dos combustíveis acompanhou a subida.
Agora o preço do crude baixou estrondosamente ... e o preço da gasolina continua a aumentar!!!
.
Alguém é capaz de me explicar isto??? Como questionaria o Alberto João, está tudo grosso ou quê? Ou estão a fazer de nós parvos?

O pensamento do dia

As palavras que não são seguidas de factos não servem para nada.
.
Demóstenes

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Figueirenses

SEVERO BISCAIA

Severo da Silva Biscaia foi um ilustre figueirense.
Nasceu na Figueira da Foz em 4 de Dezembro de 1899, aqui falecendo em 23 de Maio de 1987.
Medalha de ouro da Cidade, foi provedor da Santa Casa da Misericórdia e o primeiro director do jornal "Mar Alto", colaborando ainda em "O Figueirense", "Notícias da Figueira", "A Voz da Figueira" e no boletim informativo do Ginásio Clube Figueirense, "Vai d'Arrinca".
Foi um atleta de relevo do Ginásio Clube Figueirense, clube de que também foi presidente da direcção.
Ao remo dedicou muito do seu tempo, e aí conquistou vários títulos nacionais ao serviço do seu clube de sempre.
Foi distinto amador teatral e ensaiador de várias secções dramáticas, entre as quais do Grupo Caras Direitas, de Buarcos, Colégio Academia Figueirense, e doutras colectividades de Cantanhede, Maiorca, Quiaios, etc,.
Com uma voz apreciável, chegou a ser convidado para a Companhia Amélia Rey Colaço-Robles Monteiro.
Foi vereador da Câmara Municipal da Figueira da Foz e presidente da Comissão Municipal de Turismo durante 14 anos consecutivos.
É autor da peça teatral "Flores de Maio".

O pensamento do dia

(...) os cristãos são chamados a ser diferentes dos não-crentes. Como seguidores de Cristo devemos falar e actuar de modo diferente. Contudo, não devemos julgar, criticar nem condenar os outros; Deus também trabalha nas suas vidas, e nós sabemos o que acabarão por ser quando "crescerem". Devemos obedecer e confiar que Deus irá levar a uma boa colheita.
.
Leon McBride (Geórgia)

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Figueira da Foz

A FIGUEIRA DA FOZ EM 2009 (Clicar para ampliar)
.
Fotomontagem recebida por e-mail

A notícia do dia-III

Investigadores da Universidade de Coimbra estão a criar um robô que, dentro de alguns anos, estará apto a realizar cirurgias minimamente invasivas nos hospitais, com grande inovação relativamente às soluções existentes.
.
In DIÁRIO DIGITAL
.
Digo eu: Pronto. Agora é que vão acabar as listas de espera !!!

A notícia do dia-II

TURISMO
Época balnear fica abaixo das expectativas
.
Sector registou quebra acentuada relativamente a 2007 e reivindica mais animação e o prolongamento da época alta.
.
In AS BEIRAS on line
.
Digo eu: Nem se esperava outra coisa com a situação económica que o país atravessa. E, a propósito, aproveito para lembrar que os banhistas de alforges voltaram a invadir a Figueira da Foz. Só que antigamente vinham em Setembro, depois das colheitas. Eram pessoas das Beiras. Agora, foi em Agosto. Muita gente, mas na sua esmagadora maioria, sem deixar um cêntimo na Figueira, pois, pode dizer-se, traziam a casa às costas. E ao fim do dia era vê-los a caminho de Montemor e Coimbra, com filas que uniam, por exemplo, a Figueira a Montemor-o-Velho. Engarrafamento total! Sinais dos tempos...

A notícia do dia

O Tribunal da Relação do Porto condenou o Estado a pagar uma indemnização de 20 mil euros a Pinto da Costa pela detenção ilegal do presidente do FC Porto no Tribunal de Gondomar, em Dezembro de 2004, no âmbito do processo Apito Dourado.
.
In PÚBLICO on line
.
Digo eu: Preparem os bolsos porque isto ainda não fica por aqui...

O pensamento do dia

Nossa compreensão do Universo ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja na nossa vida.
.
Aristóteles

domingo, 14 de setembro de 2008

Porque hoje é domingo

Cristo foi o mestre dos mestres da escola da existência, a escola da vida, uma escola na qual muitos psiquiatras, intelectuais e cientistas são pequenos aprendizes...
.
Do livro "O Mestre dos Mestres" - Análise da Inteligência de Cristo - Ele dividiu a história da Humanidade - de Augusto Cury

sábado, 13 de setembro de 2008

Para descontrair

Acidente de percurso...
.
Recebida por e-mail.

Autores figueirenses

Recentemente foi publicado o n.º 6 da colecção "As Aventuras de Rafa", intitulado "Rafa e a exposição de animais", da autoria do escritor figueirense, Rui Matos (Licenciado e Mestre em Educação Física e Professor na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Leiria), uma série dedicada aos mais jovens.
E o Rui explica: "Rafa é um rapaz de 12 anos. Com a sua irmã Joana, dois anos mais nova, e com Dani, colega de turma e companheiro inseparável, vive as mais divertidas e intrigantes aventuras que possas imaginar."
.
"Rafa sempre gostou muito de animais. Para além de dois enormes cães, um labrador e um pastor alemão, em sua casa existem ainda vários pássaros, peixes e até um cágado esverdeado!
Não admira, assim, que quando soube que ia haver uma exposição de animais na praça central a sua cidade, Rafa tenha ficado todo entusiasmado!
-Fixe! Altamente! Uma exposição de animais! Vamos lá vê-la, Dani?
- Claro. Vamos lá!"
.
A série vai continuar. Recorde-se que "Os Táxis da Praia", uma das histórias desta colecção, já foi teatrializada, tendo, inclusivamente, sido levada à cena na Figueira da Foz, de onde o autor (que jogou futebol na Naval 1.º de Maio) é natural.
.
A edição é de Folheto, Edições & Design.

O pensamento do dia

A liberdade é o conhecimento da necessidade.
.
Engels

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

O pensamento do dia

Cada indivíduo irradia a sua própria luz. Não há dois fogos iguais. Há grandes fogos, pequenos fogos, e fogos de todas as cores. Há pessoas com fogos calmos que nada sabem do vento, e pessoas com fogos arrebatadores capazes de encher o ar de fagulhas. Alguns fogos, os insignificantes, não nos aquecem nem iluminam o caminho, enquanto outros incendeiam a vida com tal paixão que não se pode olhá-los sem pestanejar, e aqueles que deles se aproximam iluminam-se também.
.
Eduardo Galeano (El libro de los abrazos - Montevideo)

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A...s frase...s

Francis Obikwelu a RECORD:
.
"A vida ensina-nos muita coisa, tudo teve a sua evolução natural. Somos mais comodistas. Mas temos de perseguir um sonho. Eu lutei para aqui chegar e foi muito duro trabalhar nas obras, dormir em estações de metro. Corri muitos riscos. Mas hoje também corremos riscos de outra maneira com aquilo que bebemos ou comemos. A vida é um risco dia a dia e é por isso que estaria disposto a fazer tudo de novo atrás de um sonho."
.
Digo eu: Este recordista de Portugal dos 100 e 200 metros em atletismo, mostra aqui toda a sua simplicidade e, inclusivamente, orgulho da sua actual nacionalidade portuguesa, ele que nasceu na Nigéria. Uma lição de humanidade também.

A frase

"MAIS ASSALTOS. Sócrates continua a falar grosso aos fracos (professores desempregados). E a agir como fraco perante os fortes (assaltantes de gasolineiras)."
.
Marcelo Rebelo de Sousa no seu blogue.
.
Digo eu: Só sei que os assaltos prosseguem e nem a morte dum dos assaltantes do BES serviu de exemplo. Isto está mesmo bonito!!!

O pensamento do dia

(Postagem 2 500)
.
Não são os grandes traumas que fabricam as grandes maldades. São, sim, as miúdas arrelias do quotidiano, esse silencioso pilão que vai esmoendo a esperança, grão a grão.
.
Da obra "O Outro Pé da Sereia", de Mia Couto.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXII

Fotos colhidas em bailes organizados, em Coimbra, pelo "Fado Académico". A de cima, mostra a homenagem que foi prestada, em 1931, ao oficial-aviador , Humberto da Cruz, figueirense por adopção, já que veio viver para a Figueira da Foz dois dias após o seu nascimento, ocorrido em Coimbra, em 13 de Julho de 1900. Viria a falecer em Sintra, dois dias antes de completar 81 anos (11 de Julho de 1981). Ficou célebre pela viagem aérea que, em 1934, ligou Lisboa a Timor, percorrendo 42 670 quilómetros em 268 horas e 25 minutos.
À direita do homenageado, pode ver-se o professor catedrático e investigador figueirense, Luís Witnich Carriço, nascido na Figueira a 14 de Fevereiro de 1886 e falecido em Moçâmedes (Angola), em 14 de Junho de 1937.
À esquerda de Humberto da Cruz, vê-se o escritor figueirense, João Gaspar Simões, na altura presidente da Associação Académica de Coimbra, nascido a 25 de Fevereiro de 1903 e falecido em Lisboa a 6 de Janeiro de 1987.
O piloto-aviador Carlos Bleck, que, com Humberto da Cruz, efectuou a viagem aérea Lisboa-Guiné-Angola e volta, em 1931, também aparece no primeiro plano da foto.
.
Na imagem de baixo, um baile também organizado pelo "Fado Académico", em 1932, em que se pode ver Luís Witnick Carriço e esposa.
.
As fotos foram extraídas da revista "Rua Larga", de que possuo a colecção completa, no seu n.º 12, de 15 de Abril de 1958. Era um órgão editado pelos Antigos Estudantes de Coimbra.





O pensamento do dia

Cada criatura é um rascunho a ser retocado sem cessar.
.
Guimarães Rosa

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXXI

Completam-se hoje 49 anos (falta apenas um para perfazer meio século) que foi publicado o último jornal desportivo que veio à luz na Figueira da Foz.
É por isso que estou velho!
Sendo o decano dos jornalistas figueirenses (apesar de só ter a carteira profissional desde 1996), toda a minha vida foi dedicada ao jornalismo, tendo iniciado a minha actividade em O FIGUEIRENSE, então propriedade de meu tio, Joaquim Gomes d'Almeida, e mais tarde dirigido por meu pai, Aníbal Correia de Matos que também acabaria por ser seu proprietário.
Por razões de legislação, só depois de ter cumprido 38 anos e meio como funcionário dos Serviços Municipalizados da Figueira da Foz (terminei a carreira como Chefe de Repartição Administrativa), foi autorizada a minha legalização como jornalista, situação que, aliás, me impediu de inscrever o meu nome como proprietário de FIGUEIRA-SPORT, que o era na prática, inclusivamente pela responsabilidade de uma caução bancária, figurando apenas como Editor e Chefe de Redacção.
Para a história fica o apontamento de ter sido o responsável pelo último jornal desportivo que se publicou na Figueira da Foz.
.
AJM

O pensamento do dia

A experiência da nossa fraqueza e o reconhecimento de que agimos mal, é algo que humilha. Quando à fraqueza se une o orgulho, o engano pode chegar a extremos patológicos: não se conforma com uma modesta justificação, mas incomoda-se com a verdade, com os que lhe dizem a verdade, ou com os que a vivem.
.
Juan Luis Lorda

Figueira da Foz

Aníbal José de Matos, in CONFLITOS - 1992
.
(Clicar para ampliar)

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

O pensamento do dia

Um homem que nunca muda de opinião, em vez de demonstrar a qualidade da sua opinião demonstra a pouca qualidade da sua mente.
.
Marcel Achard

domingo, 7 de setembro de 2008

Porque hoje é domingo

A medida que lê a Bíblia, a palavra de Deus, vai descobrir quanto Ele já deu mas Ele nem sempre lhe vai dar exactamente o que espera. Por isso faça tudo para encontrar a Deus e deixe que Ele decida o melhor para sua vida. Ele ama-o e quer abençoar a sua vida mas não exija coisas que Ele não lhe quer dar.

sábado, 6 de setembro de 2008

Para a história da Figueira da Foz CXXX


(Clicar para ampliar)
A Figueira da Foz foi tradicionalmente rica em associativismo, sendo particularmente importante na sua dedicação ao folclore.
Mas, sobretudo na cidade, foram-se perdendo, ao longo dos anos, os agrupamentos folclóricos que possuia - e eram muitos - não existindo, de momento, nenhum do género.
Nos arredores ainda sobrevivem alguns, mas já em número algo reduzido relativamente ao passado.
A Figueira teve no seu seio vários ranchos, designadamente o FLORES DE PORTUGAL, DO VAPOR, CARVOEIRAS e RANCHO DAS ROSAS.
É deste último que reproduzo a capa e a nota de apresentação, assinada por Mário Costa (1891-1965), um dos letristas de muitas das suas canções, opúsculo que contém uma colecção de números do seu repertório, contendo assinaturas de figueirenses como o referido Mário Costa, J. Oliveira Santos, Cardoso Marta, Augusto Pinto, Julieta, Manuel e António Boanova, Ferreira Jerónimo, entre outros.

O pensamento do dia

A experiência da nossa fraqueza e o reconhecimento de que agimos mal, é algo que humilha. Quando à fraqueza se une o orgulho, o engano pode chegar a extremos patológicos: não se conforma com uma modesta justificação, mas incomoda-se com a verdade, com os que lhe dizem a verdade, ou com os que a vivem.
.
Juan Luis Lorda

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

O pensamento do dia

A necessidade cada vez mais aguda de ruído só se explica pela necessidade de sufocar alguma coisa.
.
K. Lorenz

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Poesia

II ANTOLOGIA DOS POETAS LUSÓFONOS
.
Acabo de receber a agradável notícia de que cinco poemas da minha autoria foram seleccionados para fazerem parte da II Antologia de Poetas Lusófonos, a editar brevemente, uma organização da Folheto Edições & Design.

A...s frase...s

"Tempos houve em que essa rivalidade [Naval 1.º de Maio-Ginásio Clube Figueirense] foi criativa.
Hoje não tem qualquer razão de ser, embora haja quem procure alimentá-la artificialmente, com objectivos que não têm nada a ver com o Desporto e muito menos com a cidade."
.
Joaquim Sousa, em entrevista à "Voz da Figueira", conduzida pela minha colega Arlete Silva.
.
Digo eu: O meu aplauso para esta "dica" de Joaquim Sousa, que foi presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, secretário de Estado do Dersporto, e é fervoroso ginasista. É uma opinião oportuna.

Para a história da Figueira da Foz CXXIX

Mais um cartaz representativo dum evento que ocorreu na Figueira da Foz em 1973, decorridos, pois, 35 anos.
Foi mais uma atracção turística, com repercussão, que se ficou pelos tempos.

O pensamento do dia

Não digas: "Eu sou assim..., são coisas do meu carácter". São coisas da tua falta de carácter. Sê homem - "esto vir".
.
Josemaría Escrivá

terça-feira, 2 de setembro de 2008

A notícia do dia

Cinco assaltos à mão armada, em que foram roubadas duas viaturas de grande cilindrada, dois postos de combustível e um café, registaram-se hoje de madrugada na região da Grande Lisboa, revelou fonte policial.
.
In RTP on line.
.
Digo eu: Até quando???

O pensamento do dia

Um homem terá pelo menos dado a partida para a descoberta do sentido da vida humana quando começar a plantar árvores frondosas sob as quais sabe muito bem que jamais se sentará.
.
Elton Trueblood

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Atenção!!!
.
Na revista PROTESTE, na sua edição n.º 294, deste mês de Setembro, pode ver-se o que acima reproduzo.
Lembram-se do Senhor Contente e do Senhor Feliz?
.
Apetece-me "cantar" o refrão:
.
Como vai senhor Contente?
Como vai senhor Feliz?
Diga à gente, diga à gente
como vai este país...

Para a história da Figueira da Foz CXXVIII

O cartaz que reproduzo representa uma época. O Rali do Fim de Ano na Figueira da Foz constituía um elemento atractivo de grande repercussão.
Lamenta-se que tenha desaparecido da rota das realizações figueirenses um dos seus aspectos de inegável atracção turística.

O pensamento do dia

Coragem é resistência ao medo, domínio do medo, e não ausência do medo.
.
Mark Twain