sábado, 31 de maio de 2014

Constituição

Juro...
 
Depois da comédia/debate sobre a moção de censura do PCP ao governo, que, como alguém disse, só serviu para fazer um frete â maioria parlamentar, seguiu-se o chumbo (mais um...) do Tribunal Constitucional a diversas deliberações governamentais.
Já não têm conta as negas que os juizes do Palácio Ratton têm aplicado a resoluções do governo de Portugal que, por ruas e vielas, lá vai dando a volta às decisões, substituindo-as por outras que quase sempre vão dar ao mesmo ou pior...
Sinceramente, há uma coisa que me faz uma certa confusão: à frente dos destinos dum país (na circunstância o nosso) não estão, propriamente, ignorantes, mas sim (e já não falo em termos políticos) pessoas com formação e, naturalmente, rodeadas dum sem número de conselheiros também versados nos meandros das legislações em vigor e, portanto, com capacidade de hermenêutica.
Sendo assim, como se compreende que, volta e meia, sejam tomadas medidas que, como se constata, violam a lei fundamental do país?
Alguma coisa está mal, e as declarações solenes no momento da posse dos diversos cargos governamentais, não passam, pelos vistos, de um pro forma, o que, na minha opinião, é perfeitamente inadmissível.
E, para que conste, cito o termo de posse a que acima me refiro:
"Juro por minha honra desempenhar fielmente as funções em que fico investido e defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição da República Portuguesa."
Tá bem, tá...

O pensamento do dia



Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844 – 1900) - Filólogo, filósofo, crítico cultural, poeta e compositor alemão.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Cinema

Esta noite,
no CAE da Figueira da Foz
 
 
 
Conduzindo a sua carrinha, Gianfranco Rosi parte para explorar o GRA (Grande Raccordo Anulare), mais conhecido como GRA de Roma, a autoestrada que circunda a capital italiana. Atrás do ruído contínuo esconde-se um mundo invisível.
Documentário no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, esta sexta-feira, às 21h30.

Camané no CAEda Figueira da Foz

 

O pensamento do dia

"Há três coisas sagradas na vida: a infância, o amor e a doença. Tudo se pode atraiçoar no mundo, menos uma criança, o ser que nos ama e um enfermo. Em todos esses casos a pessoa está indefesa."

Miguel Torga, pseudónimo do médico Adolfo Correia da Rocha (1907 - 1995) Poeta e escritor português.

3 Marias no Casino


Penteados na Figueira da Foz


quinta-feira, 29 de maio de 2014

PRESENTE FAZ ANOS

29 de maio de 2006
29 de maio de 2014
 
 
A primeira mensagem aqui publicada rezava assim:
 

segunda-feira, 29 de Maio de 2006

Saudações

Ao dar os primeiros passos na blogosfera, saúdo todos quantos, com intuitos culturais e críticas construtivas, encontraram nesta área de comunicação, a forma de difundirem as suas ideias e mostrarem os seus conhecimentos.
A todos quantos nela militam com boa fé, as minhas saudações.


AJM

Correr na Figueira


Feira Cultural de Coimbra


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Figueira antiga

Imagens da minha terra
A antiga doca e a Casa do Paço, na Figueira da Foz, segundo o fragmento de uma gravura que faz parte da publicação denominada "Campaigns of the British Army in Portugal", de Henry l'Evêque.

Aniversário na Figueira da Foz

Igreja Evangélica faz 113 anos
Com um culto de ação de Graças, a Igreja Evangélica Figueirense assinala, no próximo domingo, 1 de junho, pelas 15h30, o 113.º aniversário de testemunho e anúncio do Evangelho na Figueira da Foz.
 
 

O pensamento do dia


terça-feira, 27 de maio de 2014

Arte no CAE

Prémio Mário Silva
 
 
"Paraíso"
Alice Piloto
(Mista sobre tela)
Vencedora do
 
 
 
 

 
"Queda dos Mundos"
Jorge Rebelo
(Acrílico sobre tela)
Vencedor de

Estes quadros encontram-se expostos no CAE (Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz)
 
 
 
 

Figueira antiga

Imagens da minha terra
 
Completaram-se este mês 14 anos sobre a data da exposição FIGUEIRA DA FOZ 100 ANOS DE POSTAL ILUSTRADO, que decorreu no Casino Oceano, cuja imagem se vê na capa do catálogo aqui reproduzido, e que data do limiar do século XX.
A mostra, que fez parte da programação do XVIII Encontro de Professores de História da Zona Centro, com intervenção ativa do NUFICOL (Núcleo Figueirense de Colecionadores), reuniu 160 exemplares com múltiplos aspetos da Figueira da Foz.
 

Humor


segunda-feira, 26 de maio de 2014

Cultura


Maio é Museu na Figueira



No próximo sábado, 31 de maio, a partir das 15h30, o Museu Municipal Santos Rocha, na Figueira da Foz, será palco de um conjunto de atividades que encerram o programa comemorativo do 120.º aniversário da sua fundação e a iniciativa “Maio é Museu”.

sábado, 24 de maio de 2014

O pensamento do dia


“A política é a arte de captar em proveito próprio a paixão dos outros.”
Henry Marie Joseph Frédéric Expedite Millon de Montherlant (18961972) Escritor, ensaísta e romancista francês.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Jorge Jesus e a arte...

A notícia do dia
    Treinador numa exposição
de... pintura
Jorge Jesus, treinador da equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica, vencedor do campeonato nacional e taças de Portugal e da Liga, foi visto numa exposição de pintura da artista Paula Rego.
A cultura e o desporto de mãos dadas, uma nota saliente protagonizada por quem é constantemente criticado por abusar não nos pontapés na bola, mas na gramática.....
É agradável constatar esta evolução!!!

Dia Mundial da Criança na Figueira


A Biblioteca Municipal da Figueira da Foz assinala o DIA MUNDIAL DA CRIANÇA com a realização de um conjunto de atividades em colaboração com a comunidade.

 

No dia 31 de maio decorrente, a partir das 21 horas, um grupo de alunos da Escola do 1º CEB das Abadias, acompanhado pela professora Olga Gaspar, vai ter uma nova experiência e passar a noite na Biblioteca. Esta iniciativa conta ainda com a colaboração da escritora Luisete Baptista, que vai orientar um encontro com os participantes sobre os seus livros; do professor André Madaleno, do INTEP, que orientará um ateliê de teatro; da formadora de cozinha vegetariana Irís Palhas que vai confecionar, com o grupo, a ceia e o pequeno-almoço vegetarianos com produtos gentilmente oferecidos por um supermercado; e do professor de Educação Física Nuno Mendes, que vai acordar os alunos no dia 1 de junho para um momento de ginástica matinal no Parque das Abadias.

As atividades para as crianças continuam no dia 1 de junho, na Biblioteca e com participação livre:

 

A partir das 15h00:

 - Feira / Troca de Livros. Quem trouxer um livro que já leu leva um livro diferente. Os livros podem ser entregues antes desta data na Biblioteca, onde será entregue um talão cuja apresentação permite a troca por um livro na Feira / Troca de Livros.

 

- Ateliê de Pinturas Faciais, com a colaboração de alunas do curso técnico de Apoio à Infância do INTEP.

 

   - Ateliê de construção de papagaios de papel, orientado por professores do Colégio de Quiaios.

 

A partir das 16h00 – Ateliê de decoração de bolachas, orientado por responsáveis da Pirikos – Cake Design, na Figueira da Foz.

 

Às 17h00 – Largada de papagaios de papel no Parque das Abadias.

 

Humor...negro


O pensamento do dia


“A diferença entre a moral e a política está no facto de que, para a moral, o homem é um fim, enquanto que para a política é um meio. A moral, portanto, nunca pode ser política, e a política que for moral deixa de ser política."

Pío Baroja y Nessi (1872 – 1956). Escritor espanhol.

No Tubo d'Ensaio



terça-feira, 20 de maio de 2014

A Figueira e o mês do coração

 
Intensa atividade (caminhadas, danças, ioga, palestras, etc,) preenchem, na Figueira da Foz, o programa designado como MÊS DO CORAÇÃO. ora a decorrer, e que tem como objetivo a sensibilização para normas de vida saudáveis.

Teatro no CAE da Figueira da Foz

Jornadas de Teatro Amador
Encerramento por... profissionais
 
 
O Teatrão, companhia profissional de teatro de Coimbra, estará presente no Grande Auditório do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, no próximo dia 1 de junho, após a cerimónia de encerramento das 37.ªs Jornadas de Teatro Amador, levando à cena "As Extraordinárias Aventuras do Urso Polar e da Raposa do Deserto", com base nas fábulas A Raposa e os Ovos e O Mestre dos Ursos.
 
A peça é encenada por Ricardo Correia e interpretada pro Inês Mourão e Nuno Carvalho.
 
 
 

Festa da Sardinha na Figueira da Foz

No lugar certo!!!
 

PARAMILOIDOSE

Figueira associa-se à campanha

Até ao próximo dia 30 de Junho, encontra-se a decorrer a Campanha de Sensibilização Pública sobre a Paramiloidose – Pés para Andar, uma iniciativa da Associação Portuguesa de Paramiloidose, com o apoio dos Laboratórios Pfizer.

A Câmara Municipal da Figueira da Foz apoia e associa-se a esta campanha, pois a paramiloidose “é rara, mas pode estar mesmo ao pé de si”!

Portugal é o país com maior incidência da doença no mundo, por isso informe-se e divulgue.
O contacto pode ser feito pessoalmente:
Núcleo da Associação Portuguesa de Paramiloidose da Figueira da Foz
Rua Vasco da Gama, n.º 124 (instalações da Unidade de Saúde)
Figueira da Foz
Contactos – 914355348/966758950.
Atendimentos de doentes e suas famílias – quartas, das 15h00 às 17h00.

O pensamento do dia


sábado, 17 de maio de 2014

Homenagem

Madalena Iglésias
na Figueira da Foz
No próximo sábado, 24 de Maio, no Casino da Figueira da Foz, pelas 21,30 horas, vai realizar-se um espetáculo de homenagem a um dos grandes nomes da canção portuguesa da década de 60, que percorreu Mundo, pisou por inúmeras vezes os palcos do Casino da Figueira, representou Portugal na “Eurovisão”, em 1966, com a canção “Ele e Ela”, participou em diversas edições do saudoso “Festival da Canção da Figueira da Foz” e é detentora de uma vasta discografia.
Trata-se de uma grande figura reconhecida internacionalmente: Madalena Iglésias.

Efemérides

Assaltado o Banco de Portugal,
na Figueira da Foz
Palma Inácio (falecido em 14 de julho de 2009), adversário do regime salazarista, protagonizou (foi o chefe da missão), em 1967, o maior assalto alguma vez praticado em Portugal.
Aconteceu na Figueira da Foz, a 17 de maio de 1967, na dependência do Banco de Portugal, situado na Praça General Freire de Andrade.
A Figueira andou pelas bocas do mundo. Os assaltantes cortaram "todas" as vias telefónicas, "esquecendo-se" das do caminho de ferro, por onde eu, na altura correspondente do Comércio do Porto, enviei pouco depois a notícia que... a censura cortou!!!
Palma Inácio viria, mais tarde, a dar uma conferência no pavilhão do Liceu Figueirense (atual Escola Joaquim de Carvalho), onde deu conta dos pormenores da façanha.
Foi, na ocasião, atribuída a Salazar, segundo o Diário de Notícia, esta frase relativa ao acontecimento:
"Ainda em 1967 bandidos comunistas assaltam a dependência do Banco de Portugal na Figueira da Foz e fogem com o dinheiro, que não é pouco. Mas o que é que andam a fazer a PIDE e a GNR e a PSP? Até essas forças já me falham?"
O revolucionário e militante de base do Partido Socialista Hermínio da Palma Inácio, que já se havia celebrizado pelo primeiro desvio político de um avião (1961) e pelo assalto ao Banco de Portugal, faleceu vítima de cancro.
 

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Para a história da Figueira da Foz CCLXXIII

O pelourinho
 
 
O pelourinho da Figueira da Foz,
na sua anterior localização
 
O pelourinho da Figueira da Foz foi, erigido em 1782, situou-se até 1932 a norte da Praça do Comércio, hoje designada por Praça General Freire de Andrade, mas ainda por muitos conhecida como Praça Velha. 
Na foto, aquele "emblema" figueirense, na sua anterior localização.
Quando, em 1932, com a Câmara Municipal sob a presidência de José da Silva Fonseca, o pelourinho foi transferido para o centro da referida Praça, na sua base foram encontradas moedas da época da sua construção, as quais se encontram expostas no Museu Municipal Santos Rocha.
Na base do pelourinho, declarado monumento nacional em 16 de junho de 1910, foram então, aquando da sua deslocação, depositadas moedas de ouro e prata que circulavam na altura.
 

O pensamento do dia


quinta-feira, 15 de maio de 2014

Misericórdia inaugura clínica


Esta sexta-feira decorre, na cidade da Figueira da Foz, a inauguração do Centro Clínico da Misericórdia - Obra da Figueira, que será explorado pelo médico Pedro Santos, empreendimento que se destina a toda a população.
A instituição que acolhe o centro clínico, resultou da fusão (1976)da Santa Casa da Misericórdia da Figueira da Foz, criada em 1839, com a Obra da Figueira, fundada em 1904.
 
 

Teatro figueirense

Pateo das Galinhas na final
 
 
Esta sexta-feira, o Páteo das Galinhas  - Grupo Experimental de Teatro da Figueira da Foz apresenta  "O Hotel", no pequeno auditório da Culturgest, Lisboa, inserido no Projeto PANOS: Palcos Novos Palavras Novas.
 
Com texto de Gonçalo M. Tavares e encenação de Júlio Sousa Gomes, e participação de 9 jovens dos 14 aos 18 anos da classe jovem de teatro do Pateo das Galinhas,  O Hotel retrata com precisão geométrica um mundo opressivo com regras e costumes feitos de bocados do nosso mundo e da sua História. Há meninos que fazem de cães, lutas entre cegos, loucura e desemprego, tratamentos médicos que travam e aceleram. E no centro de tudo um hotel que, como o próprio texto, tem várias salas, entradas  e buracos.
Os PANOS juntam a nova escrita para teatro ao teatro que é feito nas escolas ou por grupos juvenis. Pela nona vez, mais de trinta grupos de todo o país encenaram uma das três peças oferecidas (escritas de propósito para serem representadas por adolescentes): dois originais portugueses e um texto traduzido do Connections, programa do National Theatre de Londres em que os PANOS se inspiram.
O Páteo das Galinhas foi um dos 6 grupos selecionados para a a presentação final que decorrerá nos palcos da Culturgest nos dias 16, 17 e 18 de maio.
 

5.ªs de Leitura na Figueira

Esta noite, na Biblioteca
HOJE, quinta-feira, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal, o autor, acompanhado por Cecília Andrade, representante do Grupo Editorial Leya/D. Quixote, irá apresentar ao público figueirense “Gente Feliz com Lágrimas”, que celebra 25 anos de publicação. “Gente Feliz com Lágrimas” é um livro que apaixonou várias gerações de leitores e que conquistou cinco importantes prémios literários – Grande Prémio de Romance e Novela da APE, Prémio Fernando Namora, Prémio Eça de Queiroz, Prémio Livro do Ano Antena Um e Prémio Internacional Cristóvão Colombo.
Romance de uma família que se desfaz e refaz pelas paragens onde a levam os bons e maus augúrios que motivam a sua dispersão, é uma saga que irresistivelmente arrasta o leitor ao longo de cinco mundos, vividos e pensados através da obsessiva busca da felicidade que move os seus protagonistas. “Gente Feliz com Lágrimas” foi adaptado a televi­são para a RTP, numa série de cinco episódios dirigida por José Medeiros, e ao teatro por João Brites, para o grupo «O Bando».

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Contraponto no Museu da Figueira da Foz


~
 
 
A festa do MAIO É MUSEU prossegue. Entre outras iniciativas da Divisão de Cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz, destacamos, no próximo sábado, a partir das 21h30, a atuação do Coro de Câmara CONTRAPONTO.
Criado em 2012 por um grupo de 17 jovens, formados na Academia de Música de Viana do Castelo, Contraponto é um dos projetos mais surpreendentes e estimulantes da atualidade portuguesa, na área da música vocal.
Normalmente sem apoio instrumental, os Contraponto apresentam-se a capella, recriando temas de variados estilos, da clássica ao jazz e à pop. Têm na sua formação cantores contralto, sopranos, tenores, baixos e percussão de voz.
Contraponto oferece momentos em que a beleza e a harmonia das vozes, unidas à atmosfera sui generis do(s) espaço(s) onde atuarão, transportam o ouvinte a uma dimensão quase mágica de elevação, relaxamento e espiritualidade.

Tubo d'Ensaio d'Artes