quinta-feira, 8 de maio de 2014

Alegria

Só falta a vela...
 
para irem à cuja dita... ou seja: à vela!!!
-
Em tempo: Ninguém se convença, contudo, de que em qualquer classe política, neste país, existem alternativas (não confundir com alternâncias) para mudar (para melhor) o estado de coisas a que o fatalismo condenou Portugal.
Aliás, o tempo tem-no demonstrado, com nitidez por demais evidente.
A única forma para ultrapassar situações de dificuldade passa, indubitavelmente e como tem ficado provado, pelo habitual desenrascanço dos portugueses, individualmente, e pela sua solidariedade para atender a determinadas situações.
O resto não passa de paleio barato.   

Sem comentários: