sexta-feira, 30 de abril de 2010

Efemérides

30 de Abril de 1853

Nasce na Figueira da Foz o nótável arqueólogo António dos Santos Rocha.


A imprensa de hoje

Só?!!! Quer dizer que isto está mesmo mal...
O que significa que Portugal tem 9 milhões 970 mil pobres !!!

Para a história da Figueira da Foz CCXX


"LATOEIRO À PORTA".
Mais um dos usos e costumes da Figueira da Foz, retratado nesta figura típica por Zé Penicheiro.
"Latoeiro à porta!!! Quem tem coisas p'ra soldar?..."

O pensamento do dia


"Entre os animais ferozes, o de mais perigosa mordedura é o delator; entre os animais domésticos, o adulador."

Diógenes de Sínope

PRESENTE


4 3 7 foi o número de visitas nas últimas 24 horas.
Obrigado e voltem sempre.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Para a história da Figueira da Foz CCXIX

Este é o "MARNOTEIRO".
Figura desenhada por Zé Penicheiro, e que ainda se pode ver nos dias de hoje na Murraceira (Figueira da Foz).
"O marnoteiro, atento, vigia a produção do sal nas marinhas"

Efemérides

29 de Abril de 1906

A fim de manter a ordem na assembleia eleitoral do Paião (freguesia da Figueira da Foz), chega à Figueira uma força da Infantaria 14, que não chegou a intervir por ali já se encontrar uma força da Infantaria 23.

Efemérides

29 de Abril de 1906

Começam a circular, na Figueira da Foz, os novos carros "Ripperts" que fazem serviço de passageiros entre a estação de caminho de ferro e o Bairro Novo por 40 reis cada pessoa.

O pensamento do dia

"A característica do homem religioso consiste no facto de se ter libertado das algemas do seu egoísmo, construindo, pelo seu modo de pensar, sentir e agir, um mundo de valores suprapessoais, aprofundando e ampliando cada vez mais o seu impacto sobre a vida."

Albert Einstein

PRESENTE


5 4 8 foi o número de visitas nas últimas 24 horas.
Obrigado e voltem sempre.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Figueira da Foz

Poentes da minha terra!!!


28.4.2010 - 20h30

Efemérides

28 de Abril de 1938

A Câmara Municipal da Figueira da Foz manda publicar editais abrindo concurso para aquisição da "TAÇA SALAZAR" e miniaturas, destinadas a premiar vencedores de provas internacionais de remo a realizar no estuário do Rio Mondego, homenageando, assim, António de Oliveira Salazar, então presidente do conselho de ministros.
A ideia partiu do jornal "O Figueirense" e o município pô-la em execução, com o auxílio de várias câmaras municipais do país.

Efemérides

28 de Abril de 1917
São transferidos para a nova cadeia comarcã (também já extinta) no Bairro da Lapa, na Figueira da Foz, os reclusos que se encontravam na antiga prisão, na Rua da Cadeia, paralela à Rua Fresca.

Arte


Primavera

Primavera na minha varanda

Esta roseira foi plantada,
há mais de 40 anos, por minha Mãe.

A imprensa de hoje


E atiraram-se a Manuela Ferreira Leite quando ela afirmou que a situação de Portugal caminhava para ser idêntica à da Grécia!!!

Para a história da Figueira da Foz CCXVIII

"O Pescador de traineiras"
(...) e a sardinha que ele pesca, salta, viva, prateada, da rede para a água, da lota para o cabaz...
Mais um desenho de Zé Penicheiro, a retratar vivências e hábitos doutros tempos na Figueira da Foz.

O pensamento do dia

(...) metade da vida é uma perdulária expectativa. E tonta. E ansiosa. E inútil. Como quem se sentou numa gare de caminho de ferro, à espera de um comboio que não se sabe quando passará e qual o seu destino. Certeza, e relativa, está apenas no local de espera. E às vezes na própria espera. Se chegamos a concretizar a viagem, o lugar aonde o comboio nos levou, desilude-nos. Isso, porém, não impede que tudo venha a repetir-se."


Fernando Gonçalves Namora em "Jornal sem Data"

PRESENTE


4 3 9 foi o número de visitas nas últimas 24 horas.
Obrigado e voltem sempre.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Fotografia

"Quando a sede aperta"

Viagens

Albufeira da Caniçada em Vilar da Veiga
Gerês - Portugal

25 de Abril

Apesar de continuarmos achar que valeu a pena, sabemos que a Democracia tem imensos defeitos. O 25 de Abril não nasceu para cavar um fosso grande entre os mais ricos e os mais pobres. Como é possível ter-se enfrentado a crise para que os únicos a beneficiar com ela sejam os seus próprios responsáveis?”. “Chegou a altura de termos outro 25 de Abril. Vamos voltar a dizer não. Acreditemos todos de novo que é possível!”.
.
José Castelo-Branco Moura, da Associação 25 de Abril, na sssão solene comemorativa dos 36 anos do 25 de Abril na Mealhada (in Jornal da Mealhada)

A imprensa de hoje

Tá bem tá !!! Como se diz na gíria, "Espera aí que já cospes"
Sinceramente, isto é o que menos me preocupa.
O que, na realidade, me causa séria apreensão, é a greve dos funcionários da Assembleia da República, que, desse modo, impediram que a mesma funcionasse.
Uma perda para o país a falta dos deputados no hemiciclo...

Efemérides

27 de Abril de 1906



O lugre Júlia 3.º, bacalhoeiro da praça da Figueira da Foz, chega a São MIguel (Açores), tendo demorado na viagem quatro dias a partir do porto da Figueira.
Foi uma notícia recebida com entusiasmo pela classe piscatória da região.

Para a história da Figueira da Foz CCXVII

"A Mulher da Hortaliça".
.
Um desenho de Zé Penicheiro a retratar um dos usos e costumes da Figueira da Foz noutros tempos.
"Querem comprar couves e grelos e nabos?"

O pensamento do dia



"A liberdade custa muito caro e temos ou de nos resignarmos a viver sem ela ou de nos decidirmos a pagar o seu preço."

José Martí

PRESENTE


4 3 7 foi o número de visitas nas últimas 24 horas.
Obrigado e voltem sempre.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Efemérides

26 de Abril de 1906

É tornado público que a direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz está a estudar o projecto da construção dum quartel próprio para instalação das viaturas e da sede.

A frase

"Ficou demonstrado que não é preciso sobrecarregar os portugueses com mais impostos, basta cortar na despesa inútil do Estado e nos desperdícios."
.
Miguel Relvas, secretário-geral do PSD, em declarações ao semanário "SOL"

Embarque em Sobressalto

Está marcado para o dia 12 de Junho (18 horas) o lançamento do meu livro "EMBARQUE EM SOBRESSALTO", (editado pela FOLHETO) que terá lugar no auditório municipal da Figueira da Foz (Museu e Biblioteca).
Todos os meus visitantes estão, desde já, convidados.
Voltarei "à carga" oportunamente.

A imprensa de hoje


Tenham calma: Isto é só até o barco bater no fundo!!!

Para a história da Figueira da Foz CCXVI

Mais uma tradição, que pela ordem natural das coisas e evolução do mercado, se perdeu na bruma dos tempos.
Na Figueira da Foz, sobretudo no Inverno, O HOMEM DOS CAPACHOS era uma figura típica: ("Capachos...capachos...")
Mais um desenho de Zé Penicheiro nos primórdios da sua actividade artística.

O pensamento do dia

"É, pois, com o coração despadaçado que, como toda a gente, olho para a tragédia da pedofilia na Igreja.
Enquanto padre, tenho de perceber que o compromisso com a Verdade há-de estar antes de mais e acima de tudo.
Não foi Jesus que se apresentou como sendo a Verdade (cf. Jo 14, 6)? Não foi pela Verdade que ele foi condenado? Não foi pela Verdade que ele derramou o sangue e deu a vida? Será, então, lícito esconder a Verdade?
Será que já demos conta de que esconder não ajuda a regenerar o agressor e, pior; contribui para prolongar o sofrimento da vítima?"
Padre João António Pinheiro Teixeira in "SOL"

domingo, 25 de abril de 2010

Futebol

A Festa do futebol
na Figueira da Foz




A Figueira da Foz viveu hoje uma tarde memorável em termos desportivos e, particularmente, no futebol.
O Estádio Municipal recebeu uma das maiores enchentes de sempre (a maior da temporada, com 8 068 espectadores), sendo a esmagadora maioria (7 500) proveniente de Braga.
O resultado, esse é que não o melhor para a equipa da Naval 1.º de Maio, já que o Sporting de Braga venceu por 4-0.
Hoje o futebol mostrou a sua força e deu um flagrante exemplo do quanto vale a Figueira da Foz ter um clube no principal escalão do futebol português.


25 de Abril

José Coelho Jordão (recentemente falecido), acompanhado do governador civil de então, Horácio de Moura, na inauguração do Parque Municipal de Campismo, de que aquele ex-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz foi o patrono, por ser o seu grande impulsionador.
Com o 25 de Abril, a "boa democracia" retirou o nome ao Parque, valendo que, anos depois, Santana Lopes, como presidente da edilidade figueirense, procurasse rectificar o erro, e colocasse o seu busto numa rotunda nas proximidades do Parque.
Para completar, a Câmara Municipal da Figueira da Foz, exarou um voto de pesar pelo falecimento daquele que foi um dos grandes revolucionários, no bom sentido, para o desenvolvimento da cidade da Praia da Claridade.
Hoje comemora-se a "revolução dos cravos".

Arte


25 de Abril

A chamada revolução do 25 de Abril
em Portugal foi há 36 anos






Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
e livres habitamos a substância do tempo
Sophia de Mello Breyner Andresen


Um golpe militar rapidamente triunfante derruba o governo da presidência do Prof. Marcelo Caetano e do Almirante Américo Tomás, pondo fim ao regime que governou o país durante 48 anos, desde a revolução militar de 28 de Maio iniciada em Braga pelo general Gomes da Costa.
Marcelo Caetano, o Presidente da República Américo Tomás e alguns ministros firam conduzidos sob custódia para a Ilha da Madeira e os dois primeiros exilaram-se em seguida no Brasil.
A revolução de 25 de Abril a imediata fundação de partidos e institucionalizou o sistema de governo democrático em Portugal


Aníbal Correia de Matos – 25 de Abril de 1974
.
Nessa primaveril madrugada de Abril, acordámos em liberdade, fomos chamados à vida, fomos apelados e projectados na história. Em Abril, aconteceu a Revolução, anunciadora de transformações políticas, económicas, culturais, sociais e educativas, profundas e totais. Uma Revolução encantada e alimentada pela ideia de mudança, durante tantos anos inibida e agrilhoada.”

In “Alternativas”

"O 25 de Abril tornou-se para nós, os que o viveram e sentiram, uma nostalgia, sim, uma nostalgia, mas, ao mesmo tempo, um farol de ética, de virtude, de humanismo. Será que essa ética, essa virtude e esse humanismo ainda representam hoje, alguma coisa?"

Prof. José Machado in Peopleware.
.
Infelizmente, para muitos o 25 de Abril em vez de liberdade trouxe libertinagem e o país, neste momento, apresenta situações que mostram bem o que a "revolução" transportou, traindo ideais e meritórias intenções.
Mas lá diz o ditado: "De boas intenções está o inferno cheio"

PRESENTE


4 4 4 foi o número de visitas nas últimas 24 horas.
Obrigado e voltem sempre.

sábado, 24 de abril de 2010

POESIA


Novos poemas em "POESIA"

http://anibaljosematos.blogspot.com/

A imprensa de hoje

Como comentário limito-me a reproduzir a imagem abaixo:



Para a história da Figueira da Foz CCXV

O Homem dos Caranguejos
.
"Comprem o meu caranguejo
- E podem comer à vontade! -
Não precisam de azeite
De cebola ou de vinagre...
.
Outra figura típica da Figueira da Foz em tempos idos. Zé Penicheiro, com o seu inconfundível traço, retratou também esta figura social.