quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Política à portuguesa


... e ainda a procissão vai no adro!!!

As ameaças vão surgindo, como, aliás, se esperava.
Dos 2,6 prometidos já vamos nos 3,4.
Dizia-se que Portugal estava no contentor. Parece que, sendo assim, sai do contentor diretamente para o aterro sanitário.
Prometeu-se o paraíso irracionalmente, mas, a concretizar-se o anunciado, caminha-se, a passos largos, para o inferno.
É que, assim como há quem acredite no Pai Natal, não falta quem, ingénua ou até levianamente,  pense que se podem fazer morcelas sem sangue...


Sem comentários: