sexta-feira, 5 de outubro de 2012

O retrato do país
 
5 de outubro de 2012
Na mesma varanda onde em 5 de outubro de 1910 foi proclamada a implantação
da República portuguesa... Cavaco Silva hasteou a bandeira de Portugal de pernas para o ar!!!
.
"Em tempos, durante as grandes guerras, a bandeira hasteada ao contrário era sinal de que o local estava dominado pelo inimigo ou como pedido de socorro." In RR
 

2 comentários:

Trabs disse...

O grupo Trabalhadores do Comércio informa que o concerto agendado para o próximo Sábado, día 13 de Outubro, a realizar no CAE da Figueira da Foz está CANCELADO por decisão unilateral da gerência da sala de espectáculos.

Inicialmente agendado para o dia 18 de Fevereiro do corrente ano, esse espectáculo, anunciado em vários meios e em cartazes afixados na cidade da Figueira da Foz (como se pôde ver neste mesmo blog) tinha sido adiado para o próximo dia 13 de Outubro, de común acordo entre a banda e a organização. Posteriormente, foi proposta pela gerência do CAE uma modificação aos termos do contrato, injustificável e inaceitável e, em virtude do desacordo manifestado pelos Trabalhadores do Comércio, a gerência do CAE decidiu, unilateralmente, desrespeitar o acordo celebrado e cancelar o espectáculo.

Do facto pedimos desculpas ao público, pois sabemos que algum ainda mantem as entradas adquiridas em Fevereiro com a intenção de estar presente no concerto do próximo dia 13, que entretanto foi cancelado.

Aproveitamos entretanto para recordar que no dia 12, sexta feira, os Trabalhadores estarão em Famalicão, na Casa das Artes, para o que será o seu primeiro concerto de Outono.
Neste concerto, coincidente com a inauguração de Irrequietudes -- uma nova exposição da dupla de pintores AluaPolen também na Casa das Artes -- os artistas e a sua obra serão parte integrante da actuação da banda, através da projecção de imagens do progresso de uma pintura, cuja execução decorrerá numa sala ao lado, durante o concerto.

Agradecemos divulgação

Trabalhadores do Comércio

Trabs disse...

E é mesmo o que se passa. Temos o cavalo de Troia instalado dentro da "muralha". Dentro vem a Troika, as farmacéuticas, as petroleiras, a Monsanto, todas numa orgia de poder.