terça-feira, 30 de junho de 2015

Teatro na Figueira da Foz

Pateo das Galinhas
APRESENTA...
 
 
GRUPO DE VANGUARDA
de Vicente Sanches
pelo
Pateo das Galinhas – Grupo Experimental de Teatro da Figueira da Foz
Nos dias 3 e 4 de julho, 22h00 | 5 de julho, 17h00, no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz (CAE)
 
Encenação e cenografia: Ricardo Kalash | Intérpretes: Ana Paula Veloso, Donzília Freire,
Fernando Lopes, Helena Adão, Isabel Cardoso, João Portulez, José Fonseca, Lígia Bugalho,
Margarida Bessone, Rui Féteira e Vítor Silva | Desenho de Luz: Víctor Marques | Imagem
gráfica: Mauro Zarkand e Rui Santos | Operação de luz e som: Equipa técnica do CAE |
Banda sonora: Requiem de Mozart
Apoio: Museu Municipal Dr. Santos Rocha
Coprodução: CAE e Pateo das Galinhas
Bilhetes 5,00 euros, à venda no CAE e em www.cae.pt  Lotação limitada a 100 lugares.
 
 
 
Grupo de Vanguarda, de Vicente Sanches, é um texto sui generis, quer no conteúdo quer na
forma. Esta peça tem como tema “A Morte”, tema este que é exposto de forma algo
“palavriosa”, ou melhor dizendo, “muito, muito palavriosa”. Não fique o espetador expectante
em assistir a um drama estático, pois o conjunto de atores que sobe a cena acredita que o
verdadeiro teatro é, apenas e só, verdadeiro terrorismo. Mais: este grupo de atores ama o
terror pelo terror e o seu único objetivo é espalhar sobre a plateia, entre os espetadores e as
“espetatrizes”, o pânico, o medo, o pavor. Grupo de Vanguarda é uma enorme brincadeira,
um palco onde o teatro brinca consigo próprio, onde é exigido aos atores que joguem, que
provoquem o seu público. Um público insensível aos mistérios da vida e... da Morte.

Sem comentários: