sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Uma boa notícia

O REGRESSO DA PREGUIÇA
 
 
A escultura A Preguiça, da autoria do mestre escultor Laranjeira Santos, que se encontrava no jardim do Museu Municipal Santos Rocha desde as obras de intervenção do Jardim Municipal em 2005, vai hoje ser transferida para o espelho de água frente ao Forte de Santa Catarina, na Figueira da Foz.
Envelhecida pelo passar dos anos, que lhe conferiram a patine própria do tempo, A Preguiça foi  restaurada pelo seu criador e vai agora ficar instalada num local de maior visibilidade, tornando-se assim em mais um elemento de memórias e identidade dos figueirenses.
É pois, a devolução aos figueirenses, à cidade e a quem a visita, de uma peça de arte pública que, durante mais de 45 anos, esteve colocada no lago do Jardim Municipal, onde foi carinhosamente apelidada de A Preguiça, nome pelo qual ficou conhecida.
A escultura, "nu feminino", feito para ser visto sobre água, foi elaborada na década de 1950 e resultou da tese do Curso Superior de Escultura da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, do então aluno Laranjeira Santos. Foi o Professor António Vitor Guerra, à época diretor do Museu Municipal Santos Rocha, e sogro de Laranjeira Santos, o impulsionador da sua reprodução em cimento, doação à cidade e colocação no Jardim Municipal, em 1960.

Sem comentários: