terça-feira, 8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher

 
Paridade em foco
na Biblioteca Municipal
 
 
Assinalando o Dia Internacional da Mulher, a Biblioteca Municipal da Figueira da Foz promoveu, esta terça feira, 8 de março, uma conversa entre uma das presidentes de Junta de Freguesia do Concelho da Figueira da Foz e uma turma do 11.º ano da Escola Secundária de Cristina Torres - curiosamente a única escola do Concelho a ter uma patrona, precisamente Cristina Torres, uma figueirense que, numa época particularmente difícil para o género feminino, se destacou como professora, conferencista, articulista, escritora e democrata, lutando contra a ditadura do Estado Novo e sofrendo as consequências da sua coragem e determinação.
As origens históricas da efeméride, as discriminações que foram sendo vencidas no Portugal democrático e aquelas que, não estando legalmente cobertas, continuam a verificar-se em pleno século XXI, foram alguns dos temas abordados ao longo de mais de uma hora, num registo informal e descontraído. Das diferenças salariais à divisão das tarefas domésticas, da problemática do assédio e da violência sobre as mulheres à maior dificuldade em ascender a lugares de chefia na vida pública e no mercado de trabalho falou, partindo da sua própria experiência de vida, a autarca Susana Monteiro, presidente da Junta de Freguesia de Ferreira-a-Nova.

Sem comentários: