terça-feira, 29 de março de 2016

Para a história da Figueira da Foz

 
A tradição da arte dramática
 
 
O teatro amador sempre teve cdedicados ultores na Figueira da Foz. Várias coletividades locais, entre as quais a Associação Naval 1.º de Maio e o Ginásio Clube Figueirense, mantiveram durante largos anos as suas secções dramáticas, levando à cena, com assiduidade, peças dos mais variados géneros.
Recordamos hoje, reproduzindo um prospeto alusivo (já um tanto esbatido), a um dos espetáculos promovidos pelo Ginásio Clube Figueirense, este em pleno Domingo de Páscoa (abril de 1927) , no extinto Teatro Parque-Cine, na Figueira da Foz.
Para que conste, aqui se recordam os nomes de alguns dos intervenientes nesta peça O REI DOS GATUNOS: Severo Biscais, Luís Guilhermino, Fausto Queiroz, José Bento Pessoa, João Guia e Germano Alves,
A encenação esteve a cargo do ator Luís Guilhermino  e os cenários foram executados pelo conhecido artista Rogério Reynaud.
 

Sem comentários: