domingo, 13 de setembro de 2015

Festival de Cinema da Figueira da Foz

CINZENTO E NEGRO
E LUIS FILIPE ROCHA,
OS GRANDES VENCEDORES

 
 
 
Os premiados: 

Longa-Metragem: Cinzento e Negro, de Luís Filipe Rocha
Curta-Metragem de Ficção: A Tua Plateia, de Óscar Faria
Menção Honrosa: Percepção Delicada de um Raio de Luz, de Gustavo dos Santos
Curta-Metragem Documental: Trama, de Luísa Soares
Videoclip: Nerve - Subtítulo, de Chicolaev (Francisco Freitas)
Menção Honrosa: Achievement, de José Castanheira
Curta-Metragem - Escolas: Nómada Existencial, de Nuno Pais
Realizador: Luís Filipe Rocha, Cinzento e Negro e Roly Santos, Manos Unidas
Ator Principal: Adriano Carvalho, Doce Lar
Atriz Principal: Joana Bárcia, Cinzento e Negro
Argumento: Luís Filipe Rocha, Cinzento e Negro
Música Original: Rodrigo Raposo, Trama
Fotografia: André Szankowski, Cinzento e Negro
Menção Honrosa: Pedro Sousa Raposo, Trama
Montagem: Manos Unidas
Menção Honrosa: André Valentim de Almeida, A Campanha do Creoula
Galardão Figueira Film Art 2015: Rui Goulart
Prémio Carreira: Manoel de Oliveira
 
Chegou ao final a segunda edição do Figueira Film Artt, Festival de Cinema da Figueira da Foz, que, lamentavelmente, não teve a merecida adesão do público, e cujo filme vencedor, sem surpresa, foi a longa-metragem de Luís Filipe Rocha, CINZENTO E NEGRO, projetada no Grande Auditório do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz que, ao invés do Pequeno Auditório, mais vocacionado para o efeito, não reuniu, desta feita, como aliás o próprio realizador Filipe Rocha salientou,  as essenciais condições técnicas de som e imagem que a exibição da película exigia.
CINZENTO E NEGRO foi contemplado com cinco galardões: melhor filme, melhor realizador, atriz principal, argumento e fotografia.

Sem comentários: