sexta-feira, 9 de outubro de 2015

O sal na Figueira da Foz



No próximo domingo, 11 de outubro, a foto-jornalista Gabriela Medina inaugura, no Núcleo Museológico do Sal , nos Armazéns de Lavos, Figueira da Foz,  pelas 15 horas, a exposição de fotografia "Rostos de Sal", que contará com a participação da socióloga e escritora Maria Toscano, a qual fará a "leitura"e interpretação das fotografias.
 
Gabriela Medina, venezuelana, vive atualmente em Paris mas estará presente a inauguração desta exposição “Rostos de Sal”, a qual pretende denunciar o abandono a que foram sujeitos os trabalhadores das salinas de Araya (situadas no Nordeste da Venezuela), "rejeitados por todos" e mobilizar a atenção dos visitantes para os seus direitos, negligenciados já desde o tempo da colonização espanhola, quando as " crianças das aldeias de Manicuare, Araya, El Ricón e Punta Araya passaram pelo chão de sal das salinas de Araya."
 
O olhar de Gabriela Medina, através da objetiva, e as palavras proferidas pela socióloga Maria Toscano, vão certamente engrandecer a tarde de novas experiências e sensações.
 

Sem comentários: