terça-feira, 6 de outubro de 2015

Tragédia


Naufrágio na barra
da Figueira da Foz
 
Quatro pessoas estão desaparecidas, após o naufrágio do arrastão "OLÍVIA RIBAU" à entrada do Porto da Figueira da Foz. Dois tripulantes foram regatados, apurou a TVI no local. Um corpo foi também, entretanto, recolhido do mar pelas autoridades. 

(Clicar na imagem para ampliar)

 
O alerta terá sido dado pouco antes das 19:30. A TVI também sabe que o primeiro meio de socorro, uma lancha da polícia marítima, só chegou ao local 45 minutos depois do naufrágio. Entretanto, já depois das 21:00, chegou ao local um meio aéreo.
Os populares e pescadores questionam a ausência do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e questionaram diretamente o presidente da Câmara da Figueira da Foz, João Ataíde, que se encontra no local, inteirando-se do sucedido.
João Ataíde, contudo, afirmou não ter autoridade nas questões que envolvem o porto da Figueira da Foz.
De acordo com testemunhas oculares, pescadores que estavam naquele momento no molhe norte do porto, a embarcação estava a entrar na barra e enquanto esperava por uma ondulação favorável foi atingida por uma onda que a virou, naufragando-a, num momento em que ainda havia luz.
 
In TVI 24

Sem comentários: